Axé na Umbanda

axéUmbanda tem axé? Podemos dizer que a Umbanda movimenta axé? Antes de mais nada vamos situar o que é axé:

Axé é uma força, ou uma energia divina e intocável, que apenas conseguimos pressentir. Axé é uma força que produz crescimento. Axé é uma criação de Olorum(Deus), que distribuiu seu poder, podemos assim dizer, e se movimenta em todas as direções. Axé é energia divina.

É essa mobilidade que permite que o axé seja distribuído entre as pessoas, permitindo que assim consigam se transformar em altar sagrado e vivo, em que esta força divina é sentida e vista, digamos mais palpável. O axé é também encontrado e distribuído nos objetos sagrados, nos animais, nas folhas, e em tudo mais.

Sem axé nada existe, nada se harmoniza nem se interliga, pois axé é a força que impulsiona. Uma casa de religião seria morta, ou, nada se sentiria, nada aconteceria em uma casa se não existisse axé.

Para que o axé se movimente, é necessário que os seres humanos façam os rituais, com cantigas e palavras de encantamento e invocação, movimentando e alimentando o axé. O axé assim então circula em nossa vida, no nosso sangue, na terra que permite o nascimento e o crescimento das plantas, nas ervas, nos alimentos que serão distribuídos e oferendados aos Orixás e Ancestrais divinos da nossa Umbanda, na vida de todos do terreiro.

Quanto maior o tempo de iniciação e lida com as Divindades e Ancestrais, maior e mais forte é o axé da pessoa. Todas as obrigações religiosas, sejam individuais ou coletivas realizadas no terreiro, tem a finalidade de ampliar, alimentar e movimentar o axé do terreiro, que é dividido entre todos da família religiosa, alimentando e produzindo vigor e fortalecimento a todos.

A Umbanda lida com esta força a cada rito, a cada sessão realizada, a cada oferenda, pois a base da Umbanda também é o axé, as forças dos Orixás que nos chegam através de seus enviados, os nossos ancestrais divinizados, os Caboclos, Pretos Velhos, Crianças e Exus, aconselhando, acalentando, distribuindo e fortalecendo o axé de todos. Os guias estão incorporados em seus médiuns, mas os Orixás estão sentados em seus tronos, assistindo e amparando os trabalhos dentro do terreiro de Umbanda, emanando os seus axés, que são, alimentados, potencializados e distribuídos a todos, resultando em saúde, paz e harmonia na vida da família de axé do terreiro.

Saudações fraternais e Saravá!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s