O Rei Desceu NA TERRA!

Venham saudar o Rei!

Xangô está entre nós!

Mas cuidado, não se enganem, porque é fácil se enganar em duas importantes questões:

1 – Existe um sério motivo porque ele é o Rei.

2 – O reino de Xangô não é sua Coroa.

1: Existe um sério motivo para ele ser chamado e considerado Rei. Vocês já pensaram nisto? Ou quando fazem a saudação, vai no automático o cumprimento e este posto passa em branco?

É que não podemos nunca esquecer do elevado posto desta Divindade, que não surgiu por acaso! Quando saudamos Xangô, saudamos o Rei da Umbanda, logo abaixo de Oxalá, porque a Justiça Divina é a base que dá sustentação a todas as outras divindades!

Sem o devido julgamento do que é certo e errado, não é possível dar a cada espírito, independente de sua roupagem, o que é de seu caminho! Sem um julgamento, sem uma decisão sobre determinada situação, não tem como os Missionários da Justiça (guardiões ou exus) aplicarem tais decisões!

E ai, todo os Sistemas param: de Reencarnaçao, de Desencarne e de Equilíbrio Social Terreno e por aí vai! E parando, como iriam trabalhar as demais Divindades e suas linhas de trabalho??

Como Yansa iria guerrear e movimentar toda a energia da mudança, se não saberia quem deve receber? De igual maneira, Ogum e suas corajosas e terriveis batalhas, porque quem deveria ganhar??

E Oxum, com seu amor total, a mãe da concepção, livre de pecados? Quem mereceria este Amor??

E por aí vai! Sem o que Xangô decide, tudo fica paralisado!

Assim, Xangô, em todas as suas formas e concepções, é o Rei porque mantém a serenidade, o equilibrio e a misericordia da Vida administrada por Jesus!

2: O reino de Xango não é a sua Coroa. O reino de Xango é igual ao de seu Governador, é cristico: seu reino é moral, sua realeza é moral!

Sim sim, Xangô é a Divindade da Justiça, é o que aprendemos por tradição! E é verdade! Mas este umbandista novato entende que Xangô é mais que a Justiça Divina, é algo ainda mais acima, mais forte: a moral!

Porque a moral é interior, está dentro e vem de dentro! Não é algo criado depois, mas sim antes! Justiça è criação e depois imposição; moral, por sua vez, é essência, está dentro, faz parte e não precisa ser criada e imposta!

E Xangô é a essência crística de Jesus, é a moral de Jesus, ponto de partida, o início das demais manifestações!

Algum leitor espertinho pode pensar: tá, mas e o Amor? Não é o início? Sim é, mas depois da moral, do entendimento da Vida! Vem o amor e todo o resto!

Assim, convém vigiarmos nossos pensamentos e ações diariamente! Especialmente para aqueles que trabalham para este Orixá!

Escuto agora um silêncio! Nada se movimenta! Ouço trovões e tambores! Todo o Céu está se abrindo para ele! Guardiões fazem a guarda! O Rei está descendo na Terra…

Sarava a todos.

Jose Augusto da Cunha Meira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s